segunda-feira, outubro 23, 2006

Estive a olhar para as fotos dela quando era ainda bem mais pequenina e inevitavelmente reportei-me àquela época e para o que era a minha vida. Não pude deixar de comparar com o que é a minha vida actualmente. No que tinha e não tinha na altura e tudo o que tenho agora. No que construí desde então e no que consegui alcançar. O saldo é positivo e isso agrada-me substancialmente. Ver que consegui alcançar a maior parte dos objectivos a que me tinha proposto.
Ela cresce saudável e feliz e eu acompanho, vejo-a desenvolver tão bem e tão depressa e para além de feliz, fico orgulhosa.
A nossa vida cresceu e a esse crescimento tem havido uma boa adaptação.
Nem preciso recuar tanto para ver as grandes alterações nas nossas vidas. Se recuar 1 ano a mudança é perceptível, felizmente para melhor. Consegui-me soltar – estar com melhor ar – como me dizem os que me rodeiam! É bom, porque o meu bem-estar reflecte-se no bem-estar dela.
Enfim, a vida passa e é bom não ter, mais, aquela sensação de que me está a escapar por entre os dedos, qual areia fina!

2 comentários:

Anónimo disse...

É tão bom ver-te com esse estado de espírito, comadre.

Olha que é para continuar, estás já avisada!!!!

Beijocas para tutti frutti!

Compadre

nica disse...

Vejo que o meu caro compadre já regressou das suas merecidas (ou talvez não, quem sabe?!?)férias! Que tal? Tudo a andar? Como estão todos?
Nós bem, pela amostra! Sei que torces por mim e isso é muito apreciado!Thanks!

Vemo-nos em breve!Que FISH!
Beijocas de requeijão de seia salteado com cerejas (que saudades dessa época, leia-se da gravidez) de tutti frutti para tutti frutti
Ufa...