terça-feira, setembro 12, 2006

Será que têm cérebro?

Alguém me explica o cérebro masculino?
É que eu não consigo perceber o que se passa naquelas cabeças!

Eu sou gaja, complicada qb, como acho que somo todas e por mais que me esforce e tente compreender e aceitar algumas coisas, não consigo!
Ando eu a tentar fugir de envolvimentos e do sexo oposto, porque não tenho tido necessidade e porque fiquei, talvez demasiado marcada com o meu relacionamento anterior e agora cai-me um gajo ao colo. Não o procurei, não fiz “nenhum joguinho de sedução”, porque simplesmente não estava para ali virada e tanta insistência acabou por me chamar à atenção. Venceu-me pela persistência!
Agora que cedi uma parte e que já tenho um bocadinho para dar, começo a perceber que é só mais um homem, aquela coisa que eu não consigo perceber, que tem as mesmas atitudes estranhas que a maioria dos que conheço tem e que me cansa profundamente!
Eu já não tenho idade para andar a brincar ao toca e foge, ele menos ainda, mas andamos aqui em profunda brincadeira, á qual não estou a achar puto piada e que temo levar-me à exaustão.
Se lhe dou para trás é vê-lo de volta de mim, se o trato bem, desaparece!
Seria de concluir que gosta de ser maltratado!?! Mas também não, porque depois anda a queixar-se que o trato mal, que não gosto dele e que isto e que aquilo! Eu até gosto dele, mas confesso que a minha paciência começa a escassear e temo tornar-me naquilo que não quero e não gosto, do que fugi.
Não tenho que aguentar, pois não?
Não tenho que perceber, pois não?
Não tenho, sequer, que fazer um esforço, porque se estava sossegada no meu canto e quiseram vir desinquietar-me, porque de alguma forma sou importante, têm que me mostrar isso e ter atitudes coerentes. Que de alguma forma as atitudes sejam similares ás palavras!
O amor é uma linha muito ténue, amar de boca é fácil, na altura do vamos ver é que a história é outra!
Vá-se lá perceber!
Homens!

2 comentários:

Anónimo disse...

Nem vou comentar, comadre!

nica disse...

Não sei porquê!!Foi com alma!