domingo, outubro 12, 2008

Não há amor como o primeiro....


Sei-te por aqui!

Quase te sinto o cheiro, esse cheiro único e delicioso...rasga-me por dentro, porque só te sei por aqui, não te vejo! Posso quase sentir-te quando fecho os olhos, isso é fácil porque é uma sensação única, mas estou tremendamente cansada! Cansada de viver com uma hora a mais. Olhar para o relógio e adicionar-lhe uma hora, por saber que é nessa hora que vives, pensar que na hora X estás a trabalhar, na hora Y estás a almoçar e na hora Z estás a terminar o teu dia! Vivo, praticamente em duplo horário e isso é duplamente cansativo! Não vivo em pleno o meu horário, porque estou constantemente a viver o teu também. Não me o pediste, mas não consigo, para já, fazer de outra forma. Porque o teu reaparecimento na minha vida, ao fim de 11 anos, veio descambar tudo e é impressionante como continuo "agarrada" a todas as sensações, apesar de tudo... Penso que por me fazeres tanta falta, tenho necessidade de me prender a tudo o que representas, apesar de saber que só estou a prolongar um sofrimento que sinto ao segundo, mas que quero acreditar que vai voltar a adormecer e vai deixar-me continuar apenas a viver no meu horário!
Só porque acho, que também, mereço!

2 comentários:

MAMIE disse...

És uma GRANDE MULHER!!! Sempre o disse e di-lo-ei sempre e se preciso for gritarei ao mundo! Amo-te minha querida e incondicionalmente estarei não à tua frente, não atrás de ti mas ao teu lado!
A vida é feita de fases, umas melhores que outras, e esta é uma das pouco boas! Vence-a com toda a tua força! Aquele beijo de mãe!

nica disse...

Obrigada, mãe! Sei que posso sempre contar contigo!
Beijos grande